Encontro de Pesquisas em Andamento - EPA

por Portal PPGAC Iarte
Publicado: 11/01/2021 - 11:26
Última modificação: 08/08/2022 - 16:02
AnexoTamanho
PDF icon Resolução COLPPGAC_Normatiza o EPA107.02 KB

O Encontro de Pesquisas em Andamento (EPA), é um evento anual organizado pelas(os) alunas(os) e professoras(es) do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC), do Instituto de Artes (IARTE), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
 

HISTÓRICO 2021

Aconteceu durante os dias 3, 4, 5 e 6 de novembro de 2021 a 4ª edição do Encontro de Pesquisas em Andamento #EPA2021 - Entre presenças, ausências e resistências nas artes cênicas: caminhando nas bordas do (in)visível - organizada pelos Programas de Pós-Graduação em Artes Cênicas e Mestrado Profissional em Artes, do Instituto de Artes, da Universidade Federal de Uberlândia.

A comissão organizadora do evento foi composta pelas(os) estudantes Aline Pinheiro da Rocha, Andressa Cabral, Antonio Martins Oliveira Júnior, Carlos Arruda Anunciato, Giovanna da Mata Santos, Guilherme Caeu, Julia Lima Ribeiro, Mariana Dias Pereira de Lima, Rafael Bolito, Raphael Bernardo, Sâmara Batista Almeida, Thacio Fagundes Vissicchio, Thaísea Mazza Fernandes e pelas docentes Mara Lucia Leal e Paulina Maria Caon, representando o PPGAC/UFU e PROF-ARTES.

Encontrando-nos há quase 02 anos de enfrentamento à pandemia da Covid-19, entendemos a importância de celebrarmos e formalizarmos a pesquisa a partir de encontros, ainda que virtuais, pois eles estabelecem a multiplicação das ideias, fomentam uma rede de apoio no universo de programas de pós[1]graduação e das graduações em artes espalhados pelo país. Nesse sentido, após vários debates, a comissão chegou ao tema Entre presenças, ausências e resistências nas artes cênicas: caminhando nas bordas do (in)visível. Partindo desta temática, convidamos pesquisadoras(res) que tem re-existido na pandemia, muitas vezes, nas bordas do invisível. A realização do encontro teve como principal objetivo promover a continuidade e manutenção de pesquisas, devido ao seu caráter de exposição e debate, bem como a sustentação de novos eixos que estudam o cenário atual, uma vez que a pesquisa acadêmica em artes não caminha desvinculada da produção artística, da sociedade e do contexto histórico atual. Em razão do espectro negacionista que ronda o imaginário social, e que está presente também no pensamento de lideranças políticas, é que reforçamos a relevância da reflexão crítica e da fruição artística no meio acadêmico e fora dele. Através do encontro virtual que nos aproxima (e nos distancia ao mesmo tempo) buscamos criar conexões, redes de compartilhamento e possíveis caminhos de trocas sobre os modos de se fazer pesquisas em artes em tempos tão adversos.

As(os) palestrantes foram convidadas(os) pela sua implicação e importância na investigação de temas relacionados à educação para as relações étnico-raciais e sobre inclusão nas artes da cena, nas suas pesquisas artísticas e acadêmicas. Nessa esteira, houve o ímpeto de que o evento como um todo (e não apenas as pessoas convidadas) pudesse ser inclusivo, oferecendo tradução em LIBRAS e audiodescrição. Entretanto, a própria universidade não tinha equipe de tradutoras(es) suficiente para cobrir o evento e os programas de pós-graduação não tinham verba que pudesse ser utilizada para a remuneração desse trabalho. Apesar disso, conseguimos realizar uma mesa com convidados, outra com pesquisadores inscritos e um espetáculo de fechamento do EPA que apresentaram diferentes possibilidades de inclusão nas artes; também em todas as mesas as e os participantes fizeram sua autodescrição.

Via plataforma EVEN3 (https://www.even3.com.br/encontroepa2021/), o evento recebeu 75 inscrições, das quais 62 foram referentes a trabalhos submetidos para compartilhamento nas modalidades comunicação oral, desmontagem cênica e demonstração técnica; os 13 restantes, inscreveram-se como ouvintes. Já que o Encontro não contou com verba institucional, nesta edição cobrou-se taxa de inscrição simbólica para arcar com o pagamento da plataforma EVEN e outras despesas.

O Encontro contou com 4 mesas com artistas e pesquisadores convidadas(os): Encontro de corpos nas bordas do (in)visível com Yara Costa (Curso de Dança-PROF-ARTES-UEA) e Denise Pereira Rachel (CIEJA-SP); Acessibilidade cultural: caminhos possíveis para tornar as artes cênicas acessíveis com Felipe Monteiro (Consultor em audiodescrição - Núcleo de Educação Especial inclusiva-UERJ) e Jadson Abraão (Intérprete-Tradutor de libras - JDL); Entre Presenças e Ausências: reverberações do Prof-Artes com Flaviane Malaquias (Mestre pelo PROF-ARTES/UFU e Núcleo de Pesquisa em Pintura e Ensino-UFU), Edna Márcia D. Toffoli (Mestre pelo PROF[1]ARTES/UFU e Rede Estadual de Ensino em Uberaba), Ernane Fernandez (Mestre pelo PROF-ARTES/UFU) e Dirce Helena Carvalho (PROF[1]ARTES/UFU); e a mesa de encerramento com o espetáculo Birita Procura-se, seguido de roda de conversa com a atriz Ariadne Antico (Cia A casa das Lagartixas). As mesas foram transmitidas pelo canal do YouTube do PPGAC/UFU - https://shortest.link/1P2G - e encontram-se disponíveis e arquivadas no canal.

As apresentações das pesquisas em andamento foram divididas em 15 grupos de trabalho ao longo da programação do EPA, disponibilizadas pela plataforma Jitsi Meet. Dos 62 trabalhos inscritos para compartilhamento, apenas 5 foram não foram apresentados devido à ausência das(os) pesquisadores. Além da UFU, as instituições de origem das(os) pesquisadores foram: UnB, UNICAMP, UNIRIO, UNESP, UFMA, UFMG, UDESC, UFPE, UFRN, UFSJ e USP, além de artistas independentes, estudantes da graduação e professoras(es) de Arte da Educação Básica. É possível acessar a programação e caderno de resumos pela plataforma EVEN3 e pelo site dos Programas.

 

HISTÓRICO 2020

Aconteceu durante os dias 28, 29 e 30 de outubro e 4, 5 e 6 de novembro de 2020, a 3º edição do Encontro de Pesquisas em Andamento #EPA2020 - "ImprovisAção - Hiatos não calculáveis da prática e da pesquisa" - do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, do Instituto de Artes, da Universidade Federal de Uberlândia (PPGAC-IARTE/UFU).

A comissão organizadora do evento foi composta pelos alunos Aline Pinheiro da Rocha, Carlos Eduardo Santos, Célio Alberto de Ávila, Jéssica Lana de Gois e Mariane Araujo Vieira, pela recém Mestra Luana Rodrigues de Araújo e , pelos professores José Eduardo De Paula e Mara Lucia Leal (PPGAC-ARTE/UFU).

Em decorrência do momento de pandemia causado pela Covid-19, foi de comum acordo realizar o encontro virtualmente com o objetivo de criar espaços de compartilhamentos - e respiros - entre pesquisadoras/es da área de Artes Cênicas. Nesse sentido, a equipe formada pelos alunos, se reunira, debateram e definiram o tema "ImprovisAção: hiatos não mensuráveis da prática e da pesquisa" como forma de assinalar um modo de se reinventar, de se reorganizar e continuar criando e pesquisando diante do imprevisto e daquilo que não é estático e acabado.

Via plataforma EVEN3 (https://www.even3.com.br/epa2020),o evento recebeu 106 inscrições, das quais 52 foram referentes a trabalhos submetidos para compartilhamento nas modalidades comunicação oral, desmontagem cênica e demonstração técnica; os 54 restantes, inscreveram-se como ouvintes.

As conferências com as convidadas Ana Correa (Yuyachkani, Lima/Peru), Ivani Santana (UFBA) e com as recém mestras pelo PPGAC-IARTE/UFU Ma. Luana Rodrigues e Ma. Emanuelle Anne foram transmitidas pelo canal do YouTube Conexão Teatral, do Curso de Teatro (IARTE/UFU) - (https://cutt.ly/Eg0qBkB) - e encontram-se disponíveis e arquivadas no canal.

Além das conferências, aconteceu a oficina “Desnudando a ABNT”, com Marina Araújo (UNA Assessoria Linguística), destacando as orientações da norma mais recente da ABNT sobre formatação de referências (ABNT 6023/2018), com foco em como citar e referenciar materiais audiovisuais e disponíveis na internet.

Os Encontros dos pesquisadores inscritos nos 13 grupos de trabalhos aconteceram pela plataforma Jitsi Meet. Dos 52 trabalhos inscritos para compartilhamento, apenas 1 foi cancelado devido ausência do pesquisador. Além da UFU, as instituições de origem dos pesquisadores foram: UNICAMP, USP, UNESP, UFMA, UDESC, UFS, UFAC, UFRJ, UFPA e Diretoria de Ensino de Sorocaba/SP.

 

HISTÓRICO 2019

No ano de 2019 aconteceu o 2º ENCONTRO DE PESQUISAS EM ANDAMENTO (#EPA2019), intitulado “PROCESSOS DE PREPARAÇÃO E CRIAÇÃO – CORPOS, POÉTICAS, MEMÓRIAS e POLÍTICAS”, entre os dias 07 a 10 de novembro. A programação e caderno de resumos pode ser acessada em: https://www.even3.com.br/ppgacufu/

A comissão organizadora do evento foi composta pelas(os) alunas(os) Luana Rodrigues de Araújo, Juscelino Mendes, Thiago H. F. Coelho, Tauana Barbosa. Gisele Gonsioroski (Gisa Gonsioroski), Jéssica Lana de Gois, Brenda Oliveira, Célio Alberto de Ávila e Sibele Lemes Girvent Deu; e pelos professores José Eduardo De Paula e Yaska Antunes (PPGAC-ARTE/UFU).

Um dos objetivos dessa edição foi o de fazer com que os mestrandos do PPGAC e ProfArtes/UFU protagonizassem as ações do evento. Durante os quatro dias, 46 trabalhos científicos foram apresentados em 12 mesas dedicadas, mediadas e debatidas por professores e alunos do PPGAC e do ProfArtes.

Outra característica importante foi a de recepcionar pesquisas de Iniciação Científica – foram apresentadas 06 pesquisas desenvolvidas por alunos dos cursos de graduação em Teatro e Dança. Também contamos com 20 trabalhos compartilhados por pós-graduandos do PPGAC/UFU e 10 trabalhos dos alunos ProfArtes/UFU. Recebemos 10 pós-graduandos de outros programas: UFPB, UNICAMP e UFBA – entre estes, 03 pesquisas de doutorandos eram de alunos egressos dos nossos cursos de graduação em teatro e do mestrado em artes (IARTE/UFU).

A partir do tema do evento - “PROCESSOS DE PREPARAÇÃO E CRIAÇÃO – CORPOS, POÉTICAS, MEMÓRIAS e POLÍTICAS” - também recebemos professores convidados para palestrarem: Profa. Dra. Helena Bastos (USP), Profa. Dra. Elena Vássina (USP), Profa. Dra. Márcia Chiamulera (UFPB) e Prof. Dr. Fabrício Andrade (UEMG; ProfArtes/UFMG).

Ainda sobre o protagonismo dos pós-graduandos, o evento convidou 05 recém mestres/mestras, com pesquisas recém-concluídas no PPGAC-IARTE/UFU para compartilharem seus estudos. Três deles (Rosana Artiaga, Roseane Martins e Rafael Michalichem) para ministrarem workshops; e, outras duas (Cassia Magaly Batista e Cláudia Miranda) para a Conferência de Encerramento: “Das memórias e suas imbricações com os corpos, as poéticas e as políticas de criação”.

Foram submetidos 51 trabalhos na plataforma do evento (https://www.even3.com.br/ppgacufu/) que contou com a participação diária de cerca de 70 pessoas entre professores e alunos. Também foi de suma importância a Comissão Organizadora do evento, composta por: Prof. Dr. José Eduardo De Paula (PPGAC), Profa. Dra. Elsine Coelho (ProfArtes); mestrandas: Luana Rodrigues de Araújo (PPGAC), Juscelino Mendes (PPGAC), Thiago H. F. Coelho (PPGAC), Tauana Barbosa (PPGAC), Gisele Gonsioroski (PPGAC), Jéssica Lana de Gois (PPGAC), Brenda Oliveira (PPGAC), Célio Alberto de Ávila Freitas (PPGAC) e Sibele Lemes Girvent Deu (ProfArtes) - cinco alunos-pesquisadores participantes da Comissão Organizadora foram bolsistas CAPES.

 

HISTÓRICO 2018

No ano de 2018 o evento aconteceu como 'seminário': 1º Seminário de Pós-graduação em Artes Cênicas e 2º Seminário do Mestrado Profissional em Artes Embrenhar a cena – corpos, poéticas, políticas. O foco recaiu sobre as interfaces desierarquizadas entre artes e outras áreas de conhecimento, bem como nas potências de troca efetiva entre artistas-pesquisadores de programas de pós-graduação, sejam eles discentes ou docentes, e entre eles e artistas contemporâneos. A equipe organizadora colocaram em jogo a proposição sobre o "Habitar [como possibilidade de] criar modos de relação em certo 'estar com'; cultivar hábitos na empreitada de construir modos de existir, de conexão. Embrenhar-se na cena emaranhada e confusa da experiência de se viver no contemporâneo. Nesses tempos de passagens, trata-se de fazer dos nós na garganta os ninhos à espreita por performatividades de um futuro pluridimensional refratado a cada faísca que se desprende dos corpos, das poéticas, das políticas, desenhando lugares impossíveis."

Outras informações podem ser acessadas em: (https://www.even3.com.br/embrenharacena/).

 

Galeria de Imagens - Memória EPA